Veja a importância de utilizar a tecnologia para elaborar laudos periciais

A perícia, analisada de forma ampla, abrange diversas áreas do conhecimento humano. Isso a torna indispensável para solucionar embates e conflitos nas mais diversas áreas. A utilização de laudo pericial é ampla no poder judiciário para o convencimento do juiz na resolução de litígios que exigem esse meio probatório, principalmente na investigação criminal.

A elaboração de laudos periciais exige qualidade e aprimoramento, pois assim será assertivo na resolução de questionamentos advindos de algum conflito. Alguns requisitos são essenciais  como a objetividade, precisão, clareza, fidelidade com base na materialidade, além disso deve cumprir o fim apresentado pelo profissional.

A tecnologia pode auxiliar de forma efetiva na entrega de um laudo categórico e preciso. Deseja aprender sobre tecnologia que poderia ser utilizada no processo pericial? Siga acompanhando o texto!

Conheça o Flatscan

A investigação da causa da morte de um indivíduo exige do perito muito cuidado na averiguação. Isso porque todos os aspectos do cadáver devem ser analisados, desde pequenas marcas, até os indícios de facadas, furos causados por balas, lesões advindas de quedas, dentre outros. 

A realização das autópsias pelos Instituto Médico Legal ou Polícia Científica é um procedimento invasivo, que costuma demorar para ser finalizado. Em razão disso, a família acaba esperando longos dias para a liberação dos corpos e conhecimento dos laudos. 

O Flatscan é um equipamento projetado para auxiliar a elaboração de laudo pericial que averigua a causa da morte do indivíduo. Com ele, o procedimento de perícia em um corpo ficou muito mais rápido, pois seu funcionamento é simples.

O aparelho de tecnologia digital possibilita imagens de raios X com excelente resolução, além de gravar o conteúdo das imagens, podendo até mesmo enviar por meio da internet.

Anteriormente ao equipamento, era necessário a abertura do cadáver para que se pudesse verificar todos os indícios no corpo. Todo o processo levava em torno de um dia e meio a dois dias, podendo ser até maior o prazo para sua conclusão da investigação. Com o Flatscan, o tempo pode ser reduzido para 20 a 30 minutos.

Por meio da máquina surgiu a possibilidade de identificar o posicionamento da pessoa no momento anterior ao óbito, a causa da morte nas situações de acidentes, além da identificação de qualquer objeto estranho que esteja dentro do corpo.

Dessa maneira, o procedimento de autópsia será muito facilitado. Atualmente no Brasil, essa tecnologia tem sido muito utilizada, o que faz com que, os números de autópsias realizadas, sejam grandes em um curto espaço de tempo.

Os números de laudos periciais finalizados foram amplamente aumentados tendo em vista, a velocidade da perícia. Porém, além dessa vantagem, a precisão nas informações prestadas por meio da máquina ao médico legista também é um fator positivo da nova tecnologia.

Assim, esse método com certeza tem efeitos favoráveis em diversos setores da sociedade, como por exemplo, a redução no tempo de espera para que as famílias tenham a resolução da morte do ente querido em tempo menor. Além disso, aumenta a precisão dos resultados de averiguação de causa mortis na geração do laudo.

Saiba como funciona a tecnologia do Flatscan

O Flatscan é um equipamento de raios X inovador, utiliza a tecnologia Flat Panel que garante imagens digitais de alta definição em padrão médico DICOM 3. As imagens são processadas e capturadas em uma Workstation de alto desempenho, o que possibilita imagens com riqueza de detalhes.

Como o aparelho utiliza a tecnologia digital, somada a um gerador de raios X de alto desempenho, é possível a visualização dos efeitos inclusive pela internet, garantindo que a geração de laudos seja feita em qualquer lugar do mundo, bem como há possibilidade de gravação do conteúdo em arquivo próprio. 

O Flatscan também possui interface de fácil visualização e recursos avançados como: controle de acesso por senha, cadastro do corpo, rápida aquisição de imagem digital, imagens panorâmicas, ajuste de brilho e contraste, zoom, impressão, medição e outros. 

O alto rendimento do gerador de raios X torna o aparelho capaz de operar em tempo integral. Além disso, conta com um controle automático de dose que garante maior qualidade de imagem, uma vez que otimiza o nível de exposição do raios X necessário para cada parte do corpo.

Sua estrutura é composta por materiais inoxidáveis de alta durabilidade, fácil higienização e desinfecção. Bem como, uma completa blindagem de chumbo que garante a integridade do operador e dos profissionais no ambiente.

Outra vantagem do aparelho é que descarta os custos elevados na preparação de uma sala especial para operar equipamentos de raios X convencionais, já que sua estrutura é composta por toda a segurança necessária para operar os raios X. 

 É o único equipamento do mundo voltado para o uso em institutos médico legais até o momento, e já tem certificações americanas como Food and Drug Administration (FDA) (Administração de Comidas e Remédios) e Underwriters Laboratories (UL) e está sendo testado nos EUA.

Entenda como o Flatscan auxilia na elaboração de laudos periciais

Os laudos periciais são necessários para periciar as mortes decorrentes de ferimentos provocados por armas de fogo, lesões internas causadas por outros objetos e traumatismos em caso de acidentes de trânsito ou quedas. 

Em razão disso, o exame precisa apresentar respostas precisas e detalhadas da causa da morte, e o Flatscan contribui efetivamente para este resultado, porque gera imagens de raios X de alta resolução e padrão médico sem a necessidade de procedimentos invasivos.

Apesar da alta tecnologia do aparelho sua utilização  simples, uma que conta com roletes motorizados e controle de peso, para facilitar o manejo dos corpos dentro da máquina, e garantir a eficácia do laudo.

De acordo com alguns testes, o Flatscan substitui quatro equipamentos convencionais usados atualmente para realizar os mesmos exames, o que o torna indispensável em momentos que exigem maior agilidade e qualidade na análise e geração de laudos periciais, como nas situações em que acontece um aumento no número de mortes violentas. 

Portanto, a elaboração dos laudos periciais ganha um auxílio inovador com a utilização dos Flatscan, pois os resultados que antes demoravam dias para serem apresentados, podem ser visualizados em minutos. A tecnologia neste caso é fator decisivo para prestação de uma investigação precisa e eficaz das causas da morte. 

Interessado em saber mais sobre a tecnologia do Flatscan? Entre em contato conosco!  

Últimas Postagens