A segurança é indispensável em qualquer organização, pois afeta diretamente a proteção do patrimônio da instituição e o bem-estar dos funcionários. Nesse contexto, implantar práticas de segurança na empresa é fundamental para minimizar os riscos de furtos, roubos, danos e outros incidentes prejudiciais ao ambiente de trabalho.

As medidas de segurança devem começar desde a portaria, já que esse é o primeiro contato dos colaboradores e visitantes com a empresa, mas também precisam se estender para toda a organização e deve contar com a cooperação e a vigilância de todos os colaboradores.

Listamos aqui algumas práticas de segurança que podem ser implementadas na empresa. Entenda como cada uma pode ajudar a reforçar a segurança da sua instituição!

1. Crachás para os colaboradores

Os crachás são um item essencial para facilitar a identificação dos empregados da empresa e evitar a entrada de pessoas não autorizadas. O ideal é montar um cadastro que inclua não só os funcionários, mas fornecedores ou mesmo prestadores de serviço para simplificar o acesso.

Além disso, se for o caso, credenciais diferentes podem dar acesso a setores específicos ou mais sensíveis da organização.

2. Registro de visitantes

Também é importante realizar o registro dos visitantes que vão acessar o prédio, com crachás, cadastro de algum documento de identificação ou ainda tirando fotos na entrada.

Dessa forma você terá o controle das pessoas que passaram pela organização, evitando problemas e podendo até mesmo voltar a esse arquivo caso ocorra algum incidente. A melhor maneira para identificar as pessoas que passam pela empresa deve ser definida de acordo com a necessidade e o perfil da empresa.

3. Inspeção por raio-X

Os aparelhos de raio-X para maletas e mochilas podem ajudar na fiscalização para que materiais perigosos como facas e armas de fogo não entrem na instituição. Assim, evita-se incidentes mais graves, algo útil especialmente para empresas que estão expostas a mais riscos.

Há ainda aparelhos de raio-X para controle de cargas, que auxiliam no controle do que chega e do que sai da sua empresa.

4. Detectores de metais

Além dos raios-X para maletas, também é válido instalar detectores de metais. Com isso, você tem mais controle de pessoas que entram e saem e evita que elas representem uma ameaça para os outros e para a organização.

5. Impressão digital

Como vimos, é importante ter controle das pessoas que transitam em uma empresa. Nesse contexto, uma medida que pode ser implantada é o cadastramento biométrico combinado com catracas e acesso controlado.

Desse modo, apenas ao colocar a impressão digital na placa de identificação os funcionários e outros colaboradores podem acessar os espaços da instituição.

6. Sistema interno de câmeras

Esse último item é simples, mas não deve ser negligenciado. As câmeras de vigilância dão mais segurança aos trabalhadores, inibem a ação de pessoas mal-intencionadas e também servem como prova em caso de crimes e outros incidentes na organização.

Dessa forma, é válido que a empresa tenha um sistema interno de câmeras, de preferência com equipamentos que tenham visualização noturna e propiciem o armazenamento dos arquivos não apenas no local da gravação.

Além disso, é importante fazer uma análise das vulnerabilidades, das ameaças e de possíveis brechas na segurança da sua organização para garantir que você vai implantar as melhores práticas de segurança na empresa, bem como treinar os profissionais do setor para que eles estejam bem preparados para agir em casos de incidentes.

Ficou com alguma dúvida ou lembrou de outra prática de segurança? Deixe um comentário!